Sinto-me bem na escuridão da floresta
O sombrio das arvores
Iluminada pela lua

Tu me procuraste
Mas não me encontrastes
Pois os cristais que iluminavam-me
Quebraram-se e feriram-me
Depois de um tempo
Apenas ficaram as marcas
Que hoje são escondidas na escuridão

E nesta noite de luar
Apenas os meus olhos
Brilham ao luar

P.S Jayssa


Deixe um comentário